29 de abril de 2007

Primeiro encontro de usuários do Ubuntu do Rio de Janeiro



Ontem (Sábado, 28/04) fui ao primeiro encontro de usuários do Ubuntu do Rio de Janeiro. O evento foi muito legal apesar de termos poucos participantes. O pessoal do SERPRO que patrocinou o evento foi muito simpático e atenciosos. Destroem a imagem negativa de funcionário público que a mídia tenta impor a essa classe de trabalhadores.


O local escolhido, o Centro Cultural dos funcionários do SERPRO é um lugar muito aprazível, no centro da boêmia carioca (na LAPA) e lá é servido um pastelzinho de queijo sensacional. As instalações para os micros não era muito confiável mas a disposição e criativadade do pessoal superava qq dificuldade.

Pois bem, fomos nos apresentando e apesar do link Velox disponível cair a todo instante, conseguimos mostrar vários recursos do Ubuntu para quem veio aprender algo sobre o Ubuntu. Tinha muita gente que veio para instalar o Ubuntu em seus micros. O encontro foi muito informal e, talvez pela queda constante da Internet, mais conversamos sobre nossas experiências profissionais do que sobre o Ubuntu em si.



O molequinho que aparece na foto é o meu filho João Pedro que disse que queria ir pois ele também era usuário do Ubuntu. Ele só reclamou que não tinha o Alien Arena instalado para ele mostrar que existem jogos de qualidade para o Ubuntu. Nada mais justo!



Eu, como sempre, esqueci o nome da maioria do pessoal mas guardei boas lembranças do nosso papo que discorreu sobre como o treinamento dos usuários do SERPRO foi realizado e quais as dificuldades encontradas na adoção do Linux na empresa. Aprendi muito sobre os erros e acertos do processo de aprendizado realizado por eles.

Acredito que eventos como esse vêm mostrar a disposição de nós, evangelistas em Software Livre, em mostrar às pessoas como o Linux pode ser uma alternativa melhor para toda a sociedade. Um resumo desse meu sentimento se reflete no artigo recente da Carta Maior sobre a adoção do software livre no Brasil, dizendo que este sim pode ser o revolucionário bio-combustível do Brasil.
Postar um comentário