21 de abril de 2007

O Bill Gates é tão generoso...

Esta semana, vários amigos e clientes vieram me perguntar o que eu achava sobre a notícia de que a Microsoft vai vender seus programas a 3 dólares a países "em desenvolvimento". Alguns mais sarcásticos já iniciaram a conversa trombetando que o "Linux agora morre de vez", outros me perguntaram onde podem comprar os programas a este preço, etc.



Vamos com calma pessoal! Se você quer legalizar o seu Windows/Office piratão que já não consegue mais fazer atualizações automáticas no site da Microsoft, desista. Este preço só serve para lotes de mais de 100.000 licenças e está disponível apenas para governos federais.



Mas, mesmo que estivesse disponível para pessoas físicas, ele vem a versão Windows SE (Starter Edition) que é muito limitada e com uma versão reduzida do Office. Por exemplo, na versão do Windows SE, não é possível compartilhar arquivos em uma rede local, o máximo de memória que ele reconhece é 256Mb e ele limita até a velocidade de processamento!! Ou seja, quando se abre o Office, toda a memória do seu computador será consumida e ele ficará MUITO lento.



De qualquer forma, porque toda essa generosidade do Bill Gates ? Sigam o raciocínio: os governos brasileiros, europeus, asiáticos e até mesmo alguns estados americanos estão implantando Linux nas escolas. Com isso, as crianças e adolescentes estarão sendo alfabetizados digitalmente utilizando Linux. Quando crescerem, ou tiverem oportunidade de comprar um micro para suas residências, qual o sistema que irão optar? Pelo sistema que eles já estão acostumados e não terão que pagar nada ou por um sistema caro e que terão que aprender como funciona??



E quando estiverem adultos, daqui a 15 anos??? Será que eles terão o medo que os empresários têm atualmente em experimentar o Linux ?? Eles já terão experimentado o sistema na escola e, com certeza, terão menos preconceito que nós temos atualmente.



Enfim, o Tio Bill é muito inteligente e pensa longe por isso ele é o homem mais rico do mundo! Ele está abrindo mão do lucro hoje para barrar a adoção do Linux nas escolas e continuar tendo lucro no futuro.



O que vocês acham desse raciocínio ?







Powered by ScribeFire.

Postar um comentário